Lesão de ligamento cruzado: tudo o que você precisa saber

A lesão de ligamento cruzado é um dos problemas de joelho mais comuns. A ruptura ou estiramento do ligamento cruzado anterior (LCA) ocorre quando o joelho se movimenta de forma brusca, causando traumas ou lesões de diversos graus.

A articulação do joelho é formada pelo encontro dos ossos da coxa (fêmur), o da perna (tíbia) e a rótula (patela), que serve para proteção.

Esses ossos são conectados por ligamentos, colaterais e cruzados, cuja função é deixar o joelho estável.

Os colaterais ficam dos dois lados dos joelhos; os cruzados ficam dentro da articulação e são eles que controlam o movimento para trás e para frente.

A lesão de ligamento cruzado pode ocorrer ao reduzir a velocidade de alguma atividade física de uma vez, como a corrida ou mesmo atividades rotineiras, ao fazer uma mudança brusca de direção, ao passar por uma colisão ou contato direto e intenso durante alguma prática esportiva ou ao apoiar os pés de forma errada depois de um salto.

Estudos comprovam que mulheres têm maior probabilidade de sofrer esse tipo de lesão, quando comparadas aos homens. Isso porque há diferença no condicionamento físico, na força e no controle neuromuscular, além de ligamentos mais frouxos e dos efeitos do hormônio estrógeno.

Sintomas da lesão de ligamento cruzado

Quando ocorre a lesão, em geral, é possível sentir o joelho se deslocando, além de ouvir um estalo. A região tende a ficar mais sensível e a movimentação, comprometida.

Dor e inchaço são outros sintomas iniciais, mas que passam logo. Para que a situação não se agrave, é importante consultar um médico e falar sobre as possibilidades de tratamento.

As lesões podem ter vários níveis de gravidade. Pode ser um leve estiramento, que não compromete a estabilidade do joelho, uma ruptura parcial do ligamento (casos mais raros) ou uma ruptura total do ligamento.

Diagnóstico da lesão de ligamento cruzado

O médico especialista vai avaliar o histórico do paciente e também suas condições físicas, considerando a estrutura do joelho lesionado.

Dependendo do caso, exames de imagem, como ressonância magnética e radiografia, podem ser solicitadas para um diagnóstico mais assertivo.

Se não tratada, a lesão pode atingir a cartilagem e os meniscos, resultando em osteoartrose do joelho.

Possibilidades de tratamentos

O tratamento da lesão de ligamento cruzado pode ser cirúrgico ou não, tudo vai depender da condição física e da lesão de cada um. Cada situação precisa ser avaliada de forma individual.

Um ligamento que sofreu ruptura não cicatriza sem cirurgia. Em geral, ela é indicada quando a lesão do ligamento cruzado ocorre junto com outras lesões (da cartilagem, do menisco, dos ligamentos colaterais).

Nesse caso, é feito um enxerto a partir de outra parte do corpo para refazer o ligamento lesionado.

Para atletas, essa pode ser a melhor alternativa, seguida de uma fase intensa de reabilitação, totalizando pelo menos 6 meses sem praticar esportes.

Pessoas sedentárias e que não apresentam outras lesões além da LCA podem ser tratadas sem intervenção cirúrgica, porém de forma mais lenta, com a estabilização.

O uso de órteses pode ser indicado pelo médico, dependendo do caso, além de um programa de fisioterapia personalizado, com exercícios específicos para ajudar a restaurar e fortalecer os músculos da coxa e da perna gradativamente.

Para evitar tanto a lesão de ligamento cruzado como outros tipos de lesões aposte no condicionamento físico do corpo, fortalecendo, inclusive, a musculatura do joelho. Ao notar qualquer sintoma, procure um médico especialista e faça uma avaliação.


Sobre o Dr Evandro Marcelino
Ortopedista especializado em cirurgia do joelho em Criciúma
Médico graduado pela Universidade de Blumenau, com Especialidade em Ortopedia e Traumatologia, Dr. Evandro é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Joelho (SBCJ) e da Internacional Society of Arthroscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine (ISAKOS).  Suas áreas de atuação incluem prótese, artroscopia e lesões de menisco e de ligamento cruzado. Atende em Criciúma, Tubarão e região, em Santa Catarina.  Para mais informações, clique aqui.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Siga no Instagram

Curta no Facebook

Médico graduado pela Universidade de Blumenau, com Especialidade em Ortopedia e Traumatologia, Dr. Evandro é Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Joelho (SBCJ) e da Internacional Sociaty of Arthroscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine (ISAKOS).