Lesão da cartilagem de joelho: conheça opções de tratamento

Assim como os tendões e ligamentos, a cartilagem também é uma estrutura presente no joelho que está suscetível a lesões. Luxações, torções, fraturas, e até desalinhamentos dos membros inferiores são algumas das causas que podem levar a lesão da cartilagem do joelho.

Cartilagem se regenera?

O poder de regeneração é um questionamento que muito se tem em relação à lesão de cartilagem. No entanto, ao contrário da maioria dos tecidos do corpo, a cartilagem é considerada um tecido avascular (que não possui vasos sanguíneos) e que tem poucas células e abundante matriz extracelular. Devido á falta de irrigação, a cartilagem possui uma reação inflamatória muito pequena, por isso sua capacidade de regeneração é quase nula.

Graus de lesões de cartilagem

As lesões de cartilagem de joelho podem ser classificada em quatro graus dependendo do grau de comprometimento da estrutura: 

  • Grau 1: lesão superficial com amolecimento da cartilagem sem fissura evidente.
  • Grau 2: Lesão parcial acometendo até no máximo 50% da espessura da cartilagem
  • Grau 3: Lesão parcial acometendo mais de 50% da cartilagem sem acometer o osso.
  • Grau 4: Lesão total com acometimendo do osso abaixo da cartilagem.

Sintomas da lesão de cartilagem

Diferentemente de outros tipos de lesões no joelho, muitas vezes, as lesões de cartilagem causam pouca ou nenhuma dor. Geralmente, os primeiros sintomas observados pelos pacientes com essa patologia são: crepitação, “rangidos”, estalidos e um pouco de desconforto no joelho. 

Com o passado do tempo, a lesão de cartilagem pode progredir e então a dor pode ficar mais intensa com episódios de inchaço no joelho, bloqueios ou travamentos súbitos da articulação. A partir desse estágio da lesão, o paciente começa a ter limitações para a realização de atividades cotidianas e, geralmente, é só nessa fase que ele procura o médico ortopedista.

Opções de tratamento para lesão de cartilagem

Após o diagnóstico da lesão de cartilagem, o médico ortopedista irá avaliar alguns fatores para decidir qual a melhor opção de tratamento para o caso. Variáveis como a idade do paciente, nível de atividade física, localização, presença ou não de artrose, tamanho e extensão da lesão da cartilagem são levados em consideração nessa decisão. 

Tratamento conservador (não-cirúrgico): engloba a  fisioterapia e procedimentos como a infiltração do joelho com ácido hialurônico e viscossuplementação. Geralmente é indicado para pacientes mais velhos que já apresentam condropatia avançada do joelho. 

Tratamento cirúrgico: a cirurgia para lesão de cartilagem do joelho pode ser realizada utilizando uma de três técnicas disponíveis:

Técnica paliativa: consiste na realização de uma artroscopia do joelho para realizar uma limpeza. Neste procedimento, grande parte do tecido da artrose é retirado como espessamentos da membrana, osteófitos (bicos de papagaio) e pedaços soltos de cartilagem do joelho. Em geral, esse tipo de técnica tem sido eficaz em 40 a 50% de alívio de sintomas.

Técnica restauradora: também é conhecida como técnica da micro fratura, pois tem como objetivo retirar a cartilagem lesada e estimular a criação de um novo tecido através de raspagem óssea. Nesta técnica são realizados diversos pontos de perfuração na cartilagem, visando que haja a migração de células-tronco da medula óssea para o tecido afetado.

Técnicas reconstrutivas: este tipo de procedimento é realizado visando a reconstrução da cartilagem lesionada por meio da inserção de tecidos saudáveis. Isso por ocorrer por meio da retirada de um fragmento de ósseo revestido com cartilagem de um local que não recebe carga do próprio paciente e colocado na lesão ou ainda pela utilização de membranas biológicas.


Sobre o Dr Evandro Marcelino
Ortopedista especializado em cirurgia do joelho em Criciúma
Médico graduado pela Universidade de Blumenau, com Especialidade em Ortopedia e Traumatologia, Dr. Evandro é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Joelho (SBCJ) e da Internacional Society of Arthroscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine (ISAKOS).  Suas áreas de atuação incluem prótese, artroscopia e lesões de menisco e de ligamento cruzado. Atende em Criciúma, Tubarão e região, em Santa Catarina.  Para mais informações, clique aqui.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Siga no Instagram

Curta no Facebook

Médico graduado pela Universidade de Blumenau, com Especialidade em Ortopedia e Traumatologia, Dr. Evandro é Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Joelho (SBCJ) e da Internacional Sociaty of Arthroscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine (ISAKOS).